Os textos desta seção são distribuídos sob regime de "renúncia de direitos autorais". Quer dizer, o autor torna os textos públicos para serem distribuídos, para serem copiados ou alterados, para fins comerciais ou não, sem necessidade de pedir permissão do autor ou a este atribuir autoria.

    Dedicação ao Domínio Público
(CC0)
    O autor deste trabalho renunciou seus direitos autorais, tornando a como domínio público, para que o destinatário possam usar o trabalho livremente para qualquer finalidade sem pedir a permissão do autor de tal obra.



Em primeira pessoa. Um pai evoca o próprio Diabo para ajudar seu filho a se libertar de uma magia que obriga o filho a reviver o sofrimento da perda da mãe, presa artificialmente entre a vida e a ressurreição. O Diabo se vangloria de seus feitos e promete ajudar. O pai completa o ritual. O filho o culpa por perder a mãe para a dor da doença ainda mais esta vez.

As imagens que ilustram esse texto foram obtidas de Unsplash.com e também possuem atribuição CC0.

Publicado originalmente em http://medium.com/@mauriciopiccini.


Em terceira pessoa. Quando a mãe super-heroína morre, deixa o marido com a responsabilidade de ensinar seu filho a combater monstros alienígenas. O marido não tem super-poderes, nem ideia de como lidar com eles. O filho tem super-poderes, mas apenas 5 anos. Entre a memórias e anotações embaralhadas, os dois crescem.

Publicado originalmente em http://medium.com/@mauriciopiccini.


Em primeira pessoa. Um jovem, sobrevivente de um ataque mágico, tenta descrever o ritual que utilizou para atravessar para o outro lado em busca de sua namorada e de ter uma mente inteira novamente.

Publicado originalmente em http://medium.com/@mauriciopiccini.