O presente trabalho, que se constitui em uma proposta de modelo para a análise das narrativas hipertextuais em jogos eletrônicos, enquadra-se na intersecção entre Teoria da Literatura e Informática.

Maurício Piccini, PUCRS, 2008

Por uma teoria das supercordas da narrativa

A presente dissertação de Mestrado constitui-se em uma proposta de modelo para a análise das narrativas hipertextuais em jogos eletrônicos. Embasa-se na Teoria da Literatura, valendo-se das estruturas narrativas descritas por Vladimir Propp, Claude Bremond e Algirdas Greimas, nos conceitos de interação e hipertextualidade das áreas de Comunicação e Informática e nos estudos sobre processos de jogo e de leitura. Apresenta a testagem desses conceitos através de sua aplicação na análise do jogo de computador Elder’s Scroll IV: Oblivion. A partir dessa análise, propõe adaptações dos conceitos de estrutura narrativa e um novo modelo de análise para os jogos de narrativa hipertextual. Esse modelo final contempla o impacto potencial das diferenças de conceitos utilizados na criação de narrativas pela Literatura e pela Informática, em especial, o papel do leitor (no caso, também jogador) no processo de construção da narrativa.

Palavras-chave: teoria da literatura, narrativa hipertextual, jogos eletrônicos.

Versão integral